HomeNotíciasNotíciasFacebook coleta lista de contatos de 1,5 milhão de usuários sem consentimento

Facebook coleta lista de contatos de 1,5 milhão de usuários sem consentimento

Notícias
Facebook coleta lista de contatos de 1,5 milhão de usuários sem consentimento

O Facebook coletou a lista de contatos do e-mail de 1,5 milhão de usuários sem consentimento. A informação foi inicialmente revelada pelo site Business Insider, e depois confirmada pela rede social. De acordo com a reportagem, o Facebook armazena esses dados desde 2016. A empresa disse que as informações foram coletadas “sem intenção” e que agora deletará os dados e notificará os usuários afetados.

O Facebook revelou ao Business Insider que os contatos de 1,5 milhão de pessoas foram coletados pelo sistema da rede social, e foram usados para melhorar o direcionamento de anúncios do Facebook, para criar uma rede de conexões sociais na plataforma, e para recomendar amigos para os usuários adicionarem.

Essa revelação é um desdobramento de uma prática estranha do Facebook, divulgada neste mês de abril pelo site Daily Beast: alguns novos usuários da rede social, ao tentar criar a conta, se depararam com um solicitação da rede social, pedindo que eles informassem a senha do e-mail pessoal que seria usado para o cadastro. No pedido, o Facebook dizia ao usuário que a senha era necessária para a verificação de identidade – uma solicitação pouco comum para qualquer serviço de internet. À época dessa notícia, o Facebook reconheceu que o uso da senha do e-mail não é a melhor forma de fazer a verificação e disse que encerrou a prática.

Segundo o Business Insider, os usuários que inseriram a senha do email para verificação de identidade receberam uma mensagem dizendo que a rede social importaria seus contatos do e-mail – a reportagem afirma que em nenhum momento o Facebook pediu permissão para isso.

“Paramos de oferecer a verificação com senha de e-mail como opção para as pessoas verificarem suas contas quando criarem um perfil do Facebook pela primeira vez”, disse um porta-voz do Facebook ao site. “Quando analisamos as etapas para verificação de identidade, descobrimos que, em alguns casos, os contatos de e-mail das pessoas foram enviados, sem intenção, para o Facebook durante a criação das contas”.