Eduardo Bolsonaro é indicado a concessão do título cidadão buriense

Buri, Notícias, Política
Eduardo Bolsonaro (PSL)

O vereador Joaquim Fonseca ‘Pipo’ virou alvo de críticas, após o site Buri Tem, publicar a informação de que ele teria indicado a concessão do título de cidadão buriense ao deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro. A indicação aconteceu durante a última sessão na Câmara Municipal e foi aceita por todos os vereadores.

No ‘PDL’ Projeto de Decreto Legislativo nº 46/ 2019, o vereador ‘Pipo’, diz que a honraria se dá através dos ‘relevantes serviços prestados ao município’ por Eduardo Bolsonaro, sem listá-los.

Eduardo Bolsonaro esteve pela primeira e única vez na cidade, durante a campanha eleitoral (2018), andou em carreata por algumas ruas e subiu num palanque ao lado do deputado estadual eleito Frederico D’avila, do ex prefeito Ú Fonseca, entre outras figuras políticas.

Mesmo sendo o segundo deputado mais votado em Buri – 1577 votos – através do prestígio dos burienses à seu pai na época e do apoio das personalidades políticas acima citadas, o ‘Título de Cidadão Buriense’, parece não ter agradado a população.

Entre a enxurrada de críticas, destacou-se as questões sobre quais foram os ‘serviços prestados’ pelo deputado Eduardo Bolsonaro a Buri, para tal honraria.

Em contato com o vereador Joaquim Fonseca, autor do Projeto de Decreto Legislativo que apesar de confirmar não haver ‘ainda’ nenhuma liberação de recursos ou serviços prestados por parte do deputado ao município, afirma que é bom manter alguém com um ‘capital político avantajadíssimo’ na casa do povo.

” É um desastre ver parte da população, minoria mas barulhenta, estar incomodada com a concessão de cidadania buriense ao Deputado Federal, Eduardo Nantes Bolsonaro.

Parte dessa euforia se dá em função do anti-bolsonarismo existente no Brasil, o que é mais do que aceitável, mas, por outro lado, não me torna inapto para a proposição de tal honraria, e com a assinatura de todos os ilustres vereadores, aos bem atentos e não demagogos.

O Senhor Ex-Prefeito, João Domingues de Oliveira, emoldurado no plenário, está cansado de receber tantas pessoas desnecessárias, para ser o mínimo educado, contempladas com a cidadania Buriense.

Muitos vereadores propõem a concessão para pessoas que 10/11 do plenário nem a conhecem, tampouco geraram algum bem na nossa Buri, e agora, o senhor ex-prefeito terá a oportunidade de receber alguém com um capital político avantajadíssimo na nossa casa do povo, a Câmara Municipal de Buri.

O ilustre homenageado é Deputado Federal mais bem votado da história da nossa República, segundo mais votado em Buri com 1577 votos, e por coincidência, filho do Presidente Jair Messias Bolsonaro.

Quanto à insatisfação de parte, minúscula, mas parte da população, não condiz com a vontade soberana do povo Buriense, de modo a elegê-lo, como em todo o estado, com uma votação que nenhum outro vereador teve na história de Buri.

 É verdade que o deputado em questão AINDA, não liberou nenhum recurso para o município, assim como 95% dos homenageados, e isso nunca gerou tamanha discussão.

A presença dele no nosso município é bom para o nosso povo de bem, quem sabe não podemos explorá-lo de modo a conseguir ainda mais benesses para o nossas crianças e, paralelamente, acabar com esse discurso pequeno de “o que ele fez por nós?”, a questão é O QUE ELE PODE FAZER POR NÓS?” mas por outro lado, o índice de dor de cotovelo subiu exponencialmente nos últimos dias, de modo a me fazer estar ainda mais convicto de que fiz a coisa certa.

Aproveitando o espaço, vi alguns comentários de pessoas superficialmente sabidas falando coisas impossíveis e demagógicas, e as convido para presenciarem uma sessão ordinária e fiscalizar o vereador de perto para não estarem desinformados na hora de emitir uma opinião”, concluiu o vereador.

Sobre as indicações de ‘Títulos de Cidadão Buriense’ feitas na Câmara Municipal de Buri, quando aceitas pelos vereadores, custam, segundo informações a que tivemos acesso, entre R$ 240,00 à R$ 280,00 (a moldura), valor pago pela Câmara Municipal.

Sobre essa conta, Joaquim Fonseca ‘Pipo’, disse que pagará a moldura do próprio bolso e não terá custos a Câmara Municipal.

Ainda de acordo com as informações, cada vereador pode indicar ‘quatro’ ‘Títulos de Cidadão Buriense’ ao ano.

Fonte: Buri Conectado